Desde que entrei nesta aventura de promover a felicidade, até confirmar a suspeita que me fez mudar um pouco o meu percurso profissional, não levou muito tempo. A minha suspeita era que O QUE VERDADEIRAMENTE NOS MOVE É O DESEJO DE SERMOS FELIZES! 

Não conheci ninguém até hoje que não tivesse dentro de si esta motivação intrínseca. Sim, ninguém! Ninguém que seja saudável e sem qualquer tipo de patologia, obviamente. Pois se formos por aí entramos na área clínica e as variantes são inúmeras, não sendo isso que pretendo explorar aqui.

Logo depois desta constatação surge outra: APENAS UMA PERCENTAGEM MÍNIMA DE PESSOAS TEM TOTAL CONSCIÊNCIA DO QUE É PARA SI A FELICIDADE!

Ora se o que nos move é o desejo de ser felizes e depois não sabemos exatamente no que consiste esta felicidade, como é que conseguiremos ser felizes? 

Seja como for, como não há duas sem três, heis uma terceira constatação: da pequena percentagem que tem consciência do que é para si a felicidade QUASE TODOS SE SENTEM UNS FALHADOS POR NÃO A TER JÁ CONSEGUIDO ATINGIR NAS SUAS VIDAS!

Contudo, na verdade o motivo pelo qual isso está a acontecer não é pessoal. Ou seja, não tem a ver com as competências pessoais que cada um tem, ou não, para materializar esse objetivo nas suas vidas, mas sim com o plano traçado para que isso aconteça.

Então, por vezes, BASTA EXPERIMENTAR OUTRO PLANO!

Verdade seja dita, depois de se ter experimentando um primeiro plano é muito mais fácil desenhar e aplicar um segundo… e depois um terceiro… ou até um quarto… os que forem precisos até dar certo. Pois, como Napoleon Hill diz e bem

“UMA DERROTA TEMPORÁRIA DEVERÁ SIGNIFICAR APENAS UMA COISA: A CERTEZA ABSOLUTA DE QUE ALGO ESTAVA ERRADO NO PLANO.”

It’s a point! 

Por isso, se já tem clareza sobre o que é realmente para si a felicidade, mas ainda não consegue sentir que tudo o que lhe aconteceu até agora faz sentido e a sua vida realmente tem imenso significado, muito provavelmente é só isso que está a acontecer – o problema é o plano, não é você!

Claro que eu sei que tudo isto que acabo de dizer tem muita razão de ser, mas a verdade é que nestas situações a vontade é de mandar a toalha ao chão, resignarmo-nos e simplesmente desistir é enorme! MAS, sempre que isso acontecer, lembra-se que…

👉 os desistentes nunca ganham e um vencedor nunca desiste!

(isto não é uma lei universal, mas bem que podia ser…. 😅)

Hoje é 6f… relaxe e experimente outro plano!